Geral 26/06/2017 - 20:20 - Joésia Cardoso Henrique

Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica é implantada no Tocantins com presença do Governador Marcelo Miranda

“Estamos trabalhando com foco em modernizar o fisco, diminuir burocracias e fazer o Tocantins crescer economicamente”, garante o secretário da Fazenda “Estamos trabalhando com foco em modernizar o fisco, diminuir burocracias e fazer o Tocantins crescer economicamente”, garante o secretário da Fazenda - João Di Pietro
Mais transparência no controle fiscal Mais transparência no controle fiscal - João Di Pietro
NFC-e atende o trinômio consumidor, empresas e fisco NFC-e atende o trinômio consumidor, empresas e fisco - João Di Pietro

O governador Marcelo Miranda comandou o evento que disponibilizou a primeira Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e), alternativa totalmente eletrônica para substituir os atuais documentos fiscais em papel utilizados no varejo. A solenidade aconteceu no final da tarde desta segunda-feira, 26, na empresa pioneira em Palmas, Encanel Home Center, com a presença do secretário da Fazenda, Paulo Antenor de Oliveira, do coordenador geral do Encontro Nacional dos Coordenadores e Administradores Tributários (Encat), Eudaldo Almeida de Jesus, auditores da Sefaz e representantes das empresas que participam do projeto piloto da NFC-e.

Em seu discurso, Marcelo Miranda destacou que a Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica já é realidade no Tocantins e faz parte das ondas de modernização pelas quais passa a Secretaria da Fazenda (Sefaz-TO) e enfatizou que “Precisamos expandir essa tecnologia para todo o Estado e acabar com o uso burocrático do papel e com o seu conseqüente impacto no meio ambiente”,

Para o secretário da Fazenda Paulo Antenor essa nova modalidade de documento fiscal eletrônico atende o trinômio consumidor, empresas e fisco e marca a entrada do fisco na modernização de suas atividades, colocando em prática o que está previsto no planejamento estratégico da Sefaz. “Estamos trabalhando com foco em modernizar o fisco, diminuir burocracias e fazer o Tocantins crescer economicamente”, disse.

Já o coordenadora geral do Encat observou que com a implantação da NFC-e o Tocantins está na frente até de grandes estados como Minas Gerais, que ainda não contam com essa importante modalidade. “Ela facilita a vida do contribuinte pelo caráter neutral e pela transparência, promovendo justiça tributária", frisa Eudaldo de Jesus.

A ideia da Secretaria da Fazenda é que a nova metodologia fiscal esteja implantada em todos os municípios do Estado até o final deste ano. O objetivo da NFC-e é diminuir burocracia com redução de custos com a dispensa de obrigatoriedade de adoção de equipamento fiscal para emissão de notas e para o consumidor fazer consulta em tempo real ou online de suas notas de compras pelo portal da SEFAZ.

Com a implantação NFC-e o Fisco também deve aprimorar o controle fiscal. Isto por que haverá mais domínio fiscal do varejo, já que a informação será em tempo real dos documentos fiscais o que possibilitará monitoramento à distância das operações, cruzamento de dados e auditoria eletrônica.

Compartilhe esta notícia