Fazenda/Egefaz 31/10/2019 - 09:44 - Arlete Carvalho

Plataforma EAD da Escola de Gestão Fazendária é usada pela Escola Superior da Polícia Civil

Capacitação visa o resgate de atitudes humanísticas Capacitação visa o resgate de atitudes humanísticas - - Foto - João Di Pietro

A Escola Superior da Polícia Civil do Tocantins (Espol) vai capacitar 600 pessoas em Condução de Veículos de Emergência (CVE) até o final de dezembro. Destinado a policiais civis, militares e corpo de bombeiro e com objetivo de qualificar e/ou melhorar o desempenho dos servidores públicos que conduzem veículos considerados de emergência, o curso está sendo ministrado na modalidade de Ensino a Distância (EAD) utilizando a plataforma virtual (http://ead.egefaz.to.gov.br/) da Escola de Gestão Fazendária Antônio Propício de Aguiar Franco (Egefaz).

As aulas para primeira turma, de 300 alunos, começaram no último dia 29 e prosseguem até 26 de novembro, totalizando 60 horas curriculares. Na modalidade EAD o próprio aluno organiza seu tempo para cumprir as atividades e carga horária.

Baseado na Resolução do Contran 168/2004, o curso foi formado em quatro módulos abrangendo assuntos como Legislação de trânsito e respeito ao meio ambiente;  Direção defensiva; Noções de primeiros socorros; Relacionamento interpessoal e convívio social no trânsito. A  ideia é que a capacitação resgate uma atitude humanística e de respeito à vida na ação dos agentes públicos, quando do uso de veículos em situação de emergência, reduzindo os sinistros que envolvem esses agentes e demais personagens do trânsito.

Os interessados em participar da segunda turma da capacitação podem fazer a inscrição diretamente na Espol, com Marlon Costa, pelo telefone 3218-6819 ou por e-mail: acadepol@ssp.to.gov.br . A exigência é que o interessado faça parte do público alvo e tenha carteira nacional de habilitação válida.

Parceria

A utilização da plataforma de EAD da Egefaz pela Espol está sendo possível graças a uma parceria entre a Secretaria da Fazenda e Planejamento e a Secretaria de Segurança Pública, que assinaram um termo de cooperação técnica visando a oferta de cursos e disponibilidade de informações de interesse da segurança estadual no ambiente virtual, permitindo novas modalidades de capacitação de servidores públicos.

A parceria estimula o intercâmbio de experiências e de pessoal nos campos da docência, da pesquisa e da cultura dentro das áreas nas quais tenham interessem para eventos e cursos de capacitação continuada, compartilhamento de ambientes virtuais de ensino/aprendizagem, sistema de gestão acadêmica e apoio técnico-operacional, de modo a gerar conhecimento mútuo, qualificar projetos de cursos de formação e capacitação e fomentar a inovação educacional em âmbito estadual.