Fazenda/Egefaz 17/07/2020 - 11:39 - Arlete Carvalho

Fraudes contábeis do ICMS é tema de palestra para auditores fiscais da Secretaria da Fazenda e Planejamento

Alcântara é referencia no País em auditoria contábil Alcântara é referencia no País em auditoria contábil - Foto - Divulgação

Com o tema Identificação de fraudes contábeis do ICMS através da auditoria da escrituração contábil digital – ECD, a Escola de Gestão Fazendária Antônio Propício de Aguiar Franco (Egefaz), promove, no próximo dia 22, às 9, mais uma palestra prevista no cronograma de atividades do projeto Ciclo de Palestras. O evento, na modalidade virtual, está sendo viabilizado em parceira com a Superintendência de Administração Tributária e tem como público alvo específico auditores fiscais da receita estadual. A ideia é apresentar e discutir novidades sobre o assunto e fomentar soluções que evitem esse tipo de fraude.

A palestra será ministrada pelo Auditor Fiscal da Secretaria da Fazenda do Estado do Bahia, Alexandre Alcântara da Silva, uma das principais referencias no país quanto o tema é Auditoria Contábil. A transmissão será via plataforma moodle da Egefaz – http://ead.egefaz.to.gov.br

“A Escola, mesmo neste período de pandemia, está sempre buscando formas de fomentar o conhecimento, fazer com que o servidor fazendário, seja auditores ou administrativos tenham oportunidade de se atualizar em sua área de atuação ou outras que agregem valores ao seu trabalho”, observa o diretor da Egefaz, Rodrigo Almeida, acrescentando que, como o tema da palestra, os assuntos para as capacitações são definidos sempre observando os interesses e necessidades dos servidores.  

O Palestrante

Alexandre Alcântara da Silva é Mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente, especialista em Direito e Gestão Tributária, bacharel em Ciências Contábeis, professor de cursos de graduação e pós-graduação, palestrante, escritor e  Auditor Fiscal da Secretaria da Fazenda do Estado do Bahia desde 1987. Atualmente é representante da SEFAZ Bahia junto ao ENCAT (Encontro Nacional dos Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais), aonde coordena o Grupo de Trabalho de Auditoria Fiscal Contábil Digital. Além disso é membro efetivo do Conselho Fiscal do IAF (Instituto dos Auditores Fiscais do Estado da Bahia). É autor dos livros: Estrutura, análise e interpretação das demonstrações contábeis (Editora Atlas) e Fraudes contábeis: repercussões tributárias – enfoque no ICMS (editora - Juruá).